Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2012

A sua casa já tem certificado energético?
Já leu a informação que consta do seu certificado?
Sabe quais as oportunidades de melhoria indicadas para a sua casa?

 

DÊ USO ao seu CERTIFICADO ENERGÉTICO! - Inscreva-se no projecto REQUEST.

 

A ADENE, em parceria com a Lisboa E-Nova promove o projecto REQUEST, que tem como objectivo fomentar a implementação das oportunidades de melhoria identificadas no Certificado Energético da sua habitação.

Ao implementar estas medidas está a melhorar o conforto da sua casa, enquanto reduz a sua factura energética e as emissões de CO2 a ela associadas.
Oferecemos-lhe apoio técnico gratuito para que saiba quais as melhores oportunidades de melhoria, as soluções técnicas mais adequadas e a melhor proposta financeira para aumentar a eficiência energética da sua casa.

Na concretização da intervenção aconselhada recebe ainda, gratuitamente, um novo certificado com a classe energética obtida.

 

CONDIÇÕES PREFERENCIAIS DE PARTICIPAÇÃO:
Habitações no Concelho de Lisboa, com certificado energético, classificação C ou inferior, construção entre as décadas 70-90.

 

SAIBA MAIS:
Tel.: 218 847 010

E-mail: joaogameiro@lisboaenova.org
Inscrições abertas até dia 29 de Fevereiro de 2012.

Fonte: Lisboa E-Nova

publicado por saqv_ps às 08:14
tags:


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
19
21

22
23
24
25
26
27

29


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...