Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Segunda-feira, 05 de Maio de 2008

suecia.jpgOs reis da Suécia chegam hoje a Portugal para uma visita oficial de três dias que será centrada na promoção das energias renováveis, área em que os dois países esperam estreitar a cooperação. Da visita, a primeira em duas décadas, faz também parte uma deslocação ao Alentejo com uma passagem pela barragem do Alqueva.

Depois das cerimónias protocolares, o rei Carlos XVI Gustavo, acompanhado pelo ministro do Ambiente e uma delegação de empresários suecos, visita amanhã o Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação (INETI), em Lisboa, para conhecer dois projectos pioneiros no domínio da energia eólica e solar. O tema volta a fazer parte da agenda na terça-feira, num simpósio sobre energias renováveis no Museu da Electricidade e no dia seguinte, durante a visita a uma fábrica de células fotoeléctricas em Évora.

Numa entrevista com jornalistas portugueses, no início da semana passada, o monarca sueco disse esperar que a visita contribua para a troca de experiências entre uma equipa de investigadores da universidade de Uppsala e peritos nacionais, já que “Portugal, pelo seu clima e história, encontrou soluções interessantes no que diz respeito aos painéis solares”.

No Alentejo, onde estarão acompanhados pelo ministro da Economia, os monarcas suecos vão visitar Évora e Monsaraz, estando prevista uma viagem de barco pela albufeira de Alqueva.

A rainha Sílvia mantém um programa próprio e visita durante a estadia em Lisboa instituições de solidariedade social e o Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI), na companhia do ministro para as Migrações sueco. A Suécia, dizem os monarcas, “tem tido grande abertura” para receber imigrantes e refugiados, mas “uma das grandes questões que enfrenta é a de como integrar estas pessoas”. “Queremos discutir e tentar descobrir alguns métodos interessantes que Portugal esteja a usar”, ainda que “os contextos e os problemas possam ser diferentes”, explicou o rei sueco.

Ecoesfera - Ana Fonseca Pereira
publicado por saqv_ps às 03:49


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...
subscrever feeds