Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006

ozone2.gifA Ozone Web (Rede Ozono), uma nova ferramenta da Internet lançada hoje em Copenhaga pela Agência Europeia do Ambiente (AEA), oferece aos utilizadores, pela primeira vez, a oportunidade de acompanhar e identificar episódios de ozono troposférico, à escala pan-europeia.

O ozono troposférico constitui um dos maiores problemas de poluição atmosférica na Europa. Mais de 500 estações de monitorização da qualidade do ar enviam dados para a AEA em Copenhaga, de hora a hora, dados estes apresentados em tempo quase-real no novo sítio da Internet.

Quer através da introdução do nome da localidade, quer clicando no mapa da Europa, os utilizadores poderão acompanhar a qualidade do ar à escala local e europeia. O sítio da internet incluirá também informação sobre as consequências para a saúde dos níveis de ozono a que os utilizadores estão expostos.

Na qualidade de projecto europeu conjunto, a Ozone Web reflecte a situação internacional da poluição atmosférica. A poluição é produzida num local, porém poderá causar impacte a centenas de quilómetros de distância. “A página da Internet constitui um exemplo excelente de como a UE poderá criar parcerias com os países membros, de forma a servir e a atribuir poderes aos seus cidadãos,”

Elevadas concentrações de ozono são um risco para a saúde, pois poderão irritar as vias respiratórias, causando dificuldades de respiração e afectando os pulmões, mesmo após poucas horas de exposição. Cerca de 30% da população urbana europeia, encontra-se exposta a níveis de concentração de ozono acima dos valores-limite estabelecidos pela UE. Anualmente, a poluição causada pelo ozono é responsável por 20 000 mortes na Europa.

Na estratosfera - 10 a 50 quilómetros acima da superfície terrestre - a vida na Terra é protegida dos raios ultravioletas pelo ozono. Junto à superfície da Terra, as actividades humanas levaram a que os níveis de concentração do ozono excedessem algumas vezes os níveis normais.

Quando os níveis de ozono e outros poluentes do ar, tal como os óxidos de azoto (NOx) e as partículas, são elevados, podem combinar-se formando um smog prejudicial. Contudo, as maiores concentrações de ozono nem sempre ocorrem nos centros urbanos, onde os poluentes que formam o ozono são normalmente emitidos. Isto deve-se ao facto de a abundância de óxidos de azoto causados pelo tráfego suprimir frequentemente a formação de ozono. Dado que o ozono pode ser diariamente transportado pelo vento a distâncias superiores a 400-500 km, a sua ocorrência poderá efectivamente registar-se em áreas suburbanas e rurais, distantes da origem dos poluentes.

A UE obriga os países a alertarem os cidadãos à escala nacional, sempre que os níveis do ozono atingem determinados níveis. No entanto, a Ozone Web vai ainda mais longe, permitindo monitorizar o ozono em qualquer momento e em qualquer lugar. “Poderá acompanhar os níveis de ozono num país vizinho ou num destino de férias, verificar as tendências mais recentes e identificar a sua propagação pelo vento na Europa”.


Consulte e explore o site aqui...
publicado por saqv_ps às 11:11


mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

17
19
20
21
23

24
25
26
29
30

31


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...
subscrever feeds