Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006

petroleo.jpgO Governo prepara-se para atribuir à Galp e à Petrobras concessões para a prospecção e exploração de petróleo em águas profundas ao largo do Alentejo e Peniche.

Segundo notícia desta quinta-feira do Diário Económico, o consórcio terá três anos para pesquisar a costa portuguesa, adiantando que a adjudicação será anunciada dentro de dias pelo ministro da Economia.

O mesmo jornal refere ainda uma informação da empresa de transporte público de Lisboa (Carris) anunciando que a petrolífera está em posição de iniciar fornecimento de biodiesel para toda a frota da transportadora (800 autocarros).
publicado por saqv_ps às 11:05

A adição de biodiesel no gasóleo deverá pôr a questão do aprovisionamento das sementes oleaginosas que constituem a matéria prima para a produção de biodiesel, excluindo a pequena fracção com origem na reciclagem de óleos alimentares usados, gorduras animais, etc.

Na época dos descobrimentos os navegadores portugueses levaram para o Oriente, os agricultores da Índia estão a semear milhares de hectares de purgueira, quando aqui já esquecemos que se tratava de uma matéria energética renovável usada pelos portugueses, durante séculos, antes da euforia do petróleo barato e abundante.

A agricultura tem uma oportunidade de resolver a desertificação do interior e o abandono a que os campos foram deixados.

Será que a contestatária CAP deixará de ser um sorvedouro de subsídios com destino aos donos das grandes extensões onde se semeia subsídios e se colhe nada, ne,m mesmo os raquíticos girassóis das paisagens desgraçadas do Alentejo?

Que não doa a mão ao Ministro Jaime Silva e que o Ministro Nunes Correia ajude o Secretário Castro Guerra, com larga experiência da gestão dos apoios "res pública" empresarial, PME's, a efectivamente promover o interesse do País, lançando uma estratégia de produção sustentada de biocombustíveis endógenos, que contrarie a importação de biodiesel com origem na soja americana e nas oleaginosas da Espanha, França e Alemanha.

E que não apareça uma nova "campanha do trigo", à moda do Estado Novo, agora para produzir as sementes para biodiesel povocando o empobrecimento dos solos, como aconteceu no Alentejo.

Estou certo que José Socrates, como Primeiro Ministro, e notável ex-Ministro do Ambiente, impedirá os eventuais desvarios dos inovadores promotores da produção de biodiesel, indirectamente importado. Num caso ou noutro a balança de pagamentos ficaria mais desequilibrada e não parece que o Governo tal queira ao arrumar bem as nossas Contas.

A Carris e a Galp seguramente poderão ser factores de promoção de uma política de desenvolvimento sustentado.

Todos agradecemos ao Governo do PS a construção de um futuro limpo e sustentado também social e economicamente!


Norberto Duarte a 22 de Junho de 2006 às 18:51



mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
16
17

18
19
21
23
24

25
26
28
30


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...