Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Quarta-feira, 01 de Março de 2006

f05_1.gif ...continuação de 22-02-2006

3.VALOR ACRESCENTADO DAS ACÇÕES A NÍVEL DA UE

As autoridades locais desempenham um papel decisivo na melhoria do ambiente
urbano. A diversidade das condições históricas, geográficas, climáticas,
administrativas e legais exige soluções elaboradas a nível local, adequadas ao
ambiente urbano. A aplicação do princípio da subsidiariedade, em cujo âmbito as
acções são adoptadas à escala mais eficaz, implica também a adopção de iniciativas a
nível local.
Todavia, o ambiente urbano necessita de acções a todos os níveis; tanto as
autoridades nacionais como as autoridades regionais e a UE têm um papel a
desempenhar.
Muitas cidades possuem já soluções, mas estas não se encontram suficientemente
divulgadas nem aplicadas. A UE pode proporcionar o melhor apoio aos
Estados-Membros e às autoridades locais mediante a promoção das melhores práticas
europeias, facilitando a sua utilização generalizada na Europa e incentivando a
constituição de redes eficazes e o intercâmbio de experiências entre cidades. A UE
pode conceder apoio financeiro aos investimentos destinados a cumprir as
prioridades ambientais e promover o desenvolvimento de competências,
disponibilizando fundos para a investigação e a formação, elaborando directrizes
pertinentes e incentivando a criação de pontos de aconselhamento nacionais para as
cidades.

É essencial que os Estados-Membros explorem as oportunidades oferecidas a nível
da UE em benefício das autoridades locais, como sublinhado na presente estratégia.
Os Estados-Membros são também convidados a apoiar as autoridades locais no
cumprimento dos objectivos da estratégia, mediante a promoção de uma estreita
cooperação e coordenação entre os organismos administrativos pertinentes, com vista
a identificar soluções eficazes para as suas cidades e regiões.
A avaliação dos problemas ligados ao ambiente urbano, a necessidade de acções a
todos os níveis e o valor acrescentado da implicação da UE tiveram o consenso de
todas as partes interessadas, incluindo os Estados-Membros5, no âmbito das
numerosas consultas efectuadas. A Comissão analisou as diversas opções,
nomeadamente a oportunidade de legislar no sentido de garantir a aplicação da
gestão integrada a nível local (ver avaliação do impacto). Todavia, atendendo à
diversidade das zonas urbanas e das obrigações nacionais, regionais e locais em
aplicação, bem como às dificuldades associadas ao estabelecimento de normas
comuns em todos os domínios abrangidos pelo ambiente urbano, foi decidido que a
legislação não constitui a melhor via para atingir os objectivos da presente estratégia.

A maioria dos Estados-Membros e das autoridades locais apoiaram esta abordagem,
questionando a necessidade de adoptar a nível da UE obrigações vinculativas em
matéria de gestão ambiental e planos de transporte urbano.

4. OBJECTIVOS DA ESTRATÉGIA

As medidas previstas na presente estratégia têm por objectivo contribuir para uma
melhor aplicação das políticas ambientais da EU e da legislação local em vigor,
através do apoio e do estímulo às autoridades locais para a adopção de uma
abordagem mais integrada da gestão urbana, bem como do incentivo aos
Estados-Membros para o apoio a este processo e o aproveitamento das oportunidades
oferecidas a nível da UE.

A aplicação da estratégia a todos os níveis contribuirá, em última análise, para
melhorar a qualidade do ambiente urbano, tornando as cidades mais atractivas e
saudáveis para viver, trabalhar e investir, bem como para reduzir o impacto negativo
das cidades no ambiente em geral, nomeadamente em matéria de alterações
climáticas.

(A continuar)
publicado por saqv_ps às 11:36

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 




mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
22
24
25

26
27
29
31


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...
subscrever feeds