Este Blog pretende ser também um traço de união entre quem sente, interpreta e decide o Ambiente e a Qualidade de Vida.
Quarta-feira, 01 de Julho de 2009

Quatro universidades britânicas pretendem distribuir cem sensores sem fios por quatro cidades – Londres, Leicester, Gateshead e Cambridge – para medir a poluição do ar. Os dispositivos vão medir cinco substâncias poluentes emitidas pelo trânsito (como  o monóxido de carbono e o dióxido sulfúrico) e transmitir os dados recolhidos através de redes de telemóvel.

“Cada sensor tem um sistema de posicionamento de satélite. Por isso podemos ter um autocarro a criar um mapa da poluição do ar à medida que segue o seu percurso”, explicou Neil Hoofe, coordenador do projecto Mobile Environmental Sensing System Across Grid Environments.

Os sensores mais pequenos podem ser transportados pelas pessoas e ligados aos seus próprios telemóveis. Os maiores, capazes de monitorizar também a temperatura e os níveis de ruído, poderão ser colocados em postes de iluminação ou sinais de trânsito.

“Vamos conseguir reunir informação muito mais detalhada sobre a poluição e compreender a sua microestrutura”, comentou.

As informações vão alimentar uma base de dados que estará acessível em tempo real, dando “às pessoas informação a nível local”.

Fonte: Público

publicado por saqv_ps às 06:49
tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 




mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
16
17
18

19
21
22
23
24
25

26
29
30


Últ. comentários
pelo visto o plano do governo nao deu certo..
"Se as contas forem feitas de acordo com toda a ág...
Sinceramente estava mais que na altura... já a his...
Como é que é possível a média em Portugal ser de 1...
é isso ai, Alan, vc já expressou mto bem as palavr...
Parabéns á Sofia Guedes Vaz, pelo belo projeto des...
hf4YJU <a href=\"http://ukuhehkemvit.com/...
Está na hora do PS se ir embora
"As empresas de construção têm à sua disposição um...
Realmente, como é que jornalistas e quercus fazem ...
subscrever feeds